Como implementar ESG (Environmental, Social and Governance) na empresa

Podcast - Desk Talks: Diversidade e Inclusão

Não é novidade que as práticas de ESG têm sido muito valorizadas pelos consumidores, o que leva gestores de diversas áreas a questionarem como implementar o ESG em seus negócios.

A sigla ESG significa environmental, social and governance, ou seja, ambiental, social e governança. Três princípios que as empresas devem seguir colocando em prática diferentes ações.

Essas práticas levam o negócio a ser considerado sustentável e responsável no que diz respeito ao ambiente e à comunidade em que se insere.

Conforme um estudo realizado pela Opinion Box, a sustentabilidade nas empresas é um fator muito relevante para quase 70% dos consumidores.

A pesquisa revelou que a maior parte das pessoas entrevistadas têm o hábito de pesquisar sobre práticas ESG adotadas pelas empresas antes de efetivar suas compras.

Isso significa que, se a gestão da sua empresa, até o momento, não se preocupou em aplicar este conceito, é hora de pensar no assunto.

Ao longo dos próximos tópicos, vamos dar dicas práticas de como implementar ESG em seu negócio. Continue a leitura!

8 dicas práticas de como implementar ESG na sua empresa

Para definir como implementar ESG na sua empresa, é importante conhecer bem o conceito, pois com frequência os profissionais de gestão o associam apenas às questões ambientais.

Obviamente, a responsabilidade ambiental é um requisito essencial na atualidade e faz parte do ESG. No entanto, a sigla, como sabemos, também envolve as questões sociais e de governança.

O ideal é que seu negócio coloque em prática ações relacionadas a essas três frentes paralelamente. 

No entanto, você pode dar um passo de cada vez, de acordo com as especificidades e o contexto em que sua empresa se insere.

Nesse sentido, é importante criar um planejamento voltado para as ações mais viáveis conforme o momento e as necessidades observadas.

Mas existem algumas práticas essenciais sobre como implementar ESG que vão te ajudar a definir o seu planejamento independentemente das suas especificidades.

Falaremos sobre elas em seguida.

Faça uma avaliação inicial e defina metas

Não há como implementar ESG em uma empresa sem uma análise profunda a respeito dos impactos ambientais, sociais e de governança causados por suas operações.

É importante identificar pontos de força e de fraqueza do negócio, considerando que sempre há oportunidades de melhoria.

A partir desta análise, você poderá estabelecer metas que sejam mensuráveis e alcançáveis.

Mesmo que inicialmente possa parecer que sua empresa não causa grandes impactos negativos, sempre haverá uma prática ESG que pode ser adotada ou aprimorada. 

Você pode, por exemplo, promover a diversidade e a inclusão em seus processos de recrutamento, elaborar relatórios transparentes e reduzir o consumo de papel.

Mantenha a alta administração envolvida

Também não há como implementar ESG sem que todos os gestores e colaboradores, além da própria comunidade em que a empresa atua, se envolvam.

E isso deve começar pela alta administração, que deve estar totalmente comprometida não apenas com uma postura responsável do ponto de vista social, ambiental e de governança, mas também com o cumprimento das metas específicas estabelecidas na etapa anterior.

A responsabilidade corporativa não será vista como um compromisso real entranhado na missão da empresa se as lideranças não atuarem de forma exemplar.

Conscientize os colaboradores

A partir da conscientização e do envolvimento dos gestores com as práticas ESG será possível contar também com os esforços dos colaboradores no cumprimento das metas.

É importante realizar treinamentos regulares e manter um canal de comunicação eficiente com as equipes envolvidas.

Assim, será possível ouvir dúvidas, críticas e sugestões que podem ajudar no aprimoramento das práticas ESG.

A conscientização e o treinamento são fundamentais para garantir que todos compreendam a relevância do ESG e mantenham-se alinhados aos objetivos definidos.

Desk Talks: Diversidade e Inclusão

Envolva as demais partes interessadas

As práticas ESG são viáveis e necessárias justamente porque a empresa faz parte de um ecossistema muito maior do que suas próprias dependências. 

Assim, os clientes, os fornecedores, os investidores e a comunidade em geral também devem ser envolvidos nas ações a serem colocadas em prática pela empresa.

É importante pensar nos impactos positivos que a empresa pode representar para a comunidade local, independentemente das pessoas beneficiadas serem suas clientes.

O feedback de todas as partes será muito valioso para que os esforços relacionados ao ESG não se percam e tenham continuidade ao longo do tempo.

Conte com um programa de compliance e desenvolva políticas ESG

Além das metas bem definidas e do envolvimento tanto da comunidade quanto da gestão e dos colaboradores da empresa, você também vai precisar de recursos que facilitem as ações práticas relativas ao ESG e a mensuração do cumprimento das metas.

Nesse sentido, contar com um conselho interno de ESG é uma boa opção para que as práticas já existentes na empresa passem por revisões periódicas.

Além disso, contar com um programa de compliance é importante para que as atuações de cada setor estejam sempre em conformidade com as leis e regulamentações vigentes.

Por fim, também é essencial o desenvolvimento de políticas claras e abrangentes que envolvam as três frentes do ESG.

Inclua nessas políticas tópicos ligados à sustentabilidade ambiental em suas diversas nuances, às práticas de promoção da diversidade e da inclusão e às questões éticas e de conformidade.

Integre o ESG aos processos de negócio

Para implementar ESG de forma realmente eficaz, o conceito precisa passar a fazer parte de todos os processos do negócio.

Em outras palavras, você precisa inserir o ESG em sua cultura organizacional, e não tratá-lo como uma tarefa adicional e isolada a ser cumprida.

Ao integrar as práticas ESG aos processos já existentes no dia a dia da empresa, você consegue torná-las mais consistentes e propensas à continuidade e ao aprimoramento.

Para isso, pode ser necessário a revisão dos processos e de toda a sua cadeia de suprimentos, além das práticas de contratação e da gestão de riscos.

Promova a transparência

A gestão transparente dos negócios é uma excelente forma de dar início à adoção das práticas ESG em uma empresa.

A gestão deve priorizar a transparência tanto no contexto interno quanto no externo, elaborando relatórios e comunicados abrangentes, completos e claros.

É fundamental comunicar periodicamente a todos os interessados quais são os resultados alcançados após os esforços de ESG serem implementados.

Com essa postura, você informa à comunidade como um todo que a empresa está comprometida e se preocupa com as questões sociais e ambientais, além da governança.

Isso ajuda a agregar valor para clientes e investidores, que se tornarão mais propensos a estabelecer um relacionamento duradouro com o seu negócio.

Promova melhorias contínuas

As práticas ESG precisam ser devidamente acompanhadas para que a empresa encontre meios de promover melhorias contínuas.

Você pode recorrer a sistemas de monitoramento e indicadores de desempenho para analisar os progressos em direção às suas metas.

Se as metas atuais forem atingidas, observe quais novas metas podem ser estabelecidas e cumpridas posteriormente.

Se houver dificuldades no cumprimento das metas, faça ajustes em sua estratégia e avalie as sugestões recebidas a partir dos feedbacks dos colaboradores, clientes e comunidade em geral.

Concluindo

Ao seguir as dicas acima, sua empresa estará se posicionando favoravelmente à incorporação das práticas ESG e contribuindo para a sustentabilidade a longo prazo.

E para cumprir suas metas e avaliar sua evolução quanto ao ESG, é importante contar com a tecnologia.

A plataforma Desk Manager tem diversas funcionalidades que vão facilitar esse acompanhamento e manter todos os seus processos organizados.

Se você quer conferir na prática como implementar ESG com a ajuda da Desk Manager, Conheça nossos planos!

Nova call to action
Por Jackson Lima em 17/11/2023