Golden circle (círculo dourado): o que é, 4 exemplos e como aplicar

Help Desk para Gestão de Atendimento

O golden circle ou círculo dourado de Simon Sinek é um conceito focado na criação e desenvolvimento de valor para uma nova ideia, campanha ou negócio

O objetivo é que o projeto em questão seja desenvolvido com sucesso por meio de uma metodologia simples e de grande impacto positivo, chamada de método gold.

Na prática do mundo corporativo, o círculo de ouro torna as empresas mais inspiradoras, o que impulsiona seu sucesso no mercado com base na confiança e no engajamento dos clientes.

Então, se você é um gestor ou empreendedor e quer ver o seu negócio prosperando, o método golden circle pode te ser o recurso ideal para criar diferenciais competitivos.

Nos próximos tópicos, você vai entender o que é golden circle, suas esferas e como ele pode ser aplicado no atendimento ao cliente, além de alguns exemplos aplicação.

Continue a leitura. 

Golden circle: o que é?

Antes de entender o que é golden circle, vamos explicar quem é o criador dessa metodologia.

Simon Sinek é um especialista em liderança, palestrante motivacional e escritor inglês reconhecido internacionalmente quando o assunto é inspiração de líderes. 

Sua formação une o direito e a antropologia cultural, áreas de estudo aprofundadas durante sua passagem pela Universidade de Londres e pela Universidade de Brandeis. 

Ele é visto como uma referência por empreendedores que desejam criar negócios de grande impacto e inspirar a comunidade onde se inserem.

E o conceito mais popular entre suas ideias é justamente o de golden circle, que também é conhecido por outras denominações, como círculo dourado, círculo de ouro, método gold e marketing circle. 

Sinek tem alguns livros publicados em que explica a fundo o conceito além de explorá-lo em suas palestras mundo afora.

De modo geral, podemos dizer que o golden circle é uma metodologia que auxilia empresas e pessoas a encontrarem seu propósito e gerarem impacto

A base desta metodologia são três perguntas: “Por quê?”, “Como?” e “O quê?, que devem ser feitas nesta ordem.  

O objetivo é criar valor para a ideia, projeto, negócio ou marca e engajar o público-alvo a partir de uma causa que inspire as pessoas.

Assim, o golden circle pode ser aplicado tanto à criação de uma empresa quanto à elaboração de uma campanha de marketing ou, ainda, no aprimoramento do seu atendimento ao cliente

A lógica seguida pelos adeptos do círculo dourado é a de que as empresas devem agir, pensar e comunicar de dentro para fora.

Nesse sentido, as três questões apontadas acima são colocadas como camadas, como em um alvo de um jogo de dardos. 

Partindo do centro em direção às extremidades, na camada central fica a pergunta “por quê?”, na camada intermediária fica a pergunta “como” e na camada externa fica a questão “o que?”

Para Sinek, somente assim é possível se destacar em relação à concorrência e atrair clientes realmente interessados em sua solução.

Telegram

As três esferas do círculo dourado

O método golden circle se compara, do ponto de vista científico, ao funcionamento de diferentes partes do cérebro humano. 

Assim, as três esferas do círculo dourado podem ser correlacionadas com o neocórtex e o cérebro límbico. 

A metodologia gera muitas dúvidas porque propõe a criação do negócio a partir do “por quê” e não do “o que” vai ser oferecido a determinado público-alvo

Mas é justamente esse diferencial que pode potencializar o desenvolvimento e o destaque do negócio em relação à concorrência. 

Pode-se pensar, a princípio, em um golden circle pessoal, já que a motivação para o desenvolvimento do negócio ou campanha não é somente o de ganhar dinheiro, do ponto de vista empresarial.

A motivação vem do engajamento a algo em que o idealizador da ideia acredita. Os lucros são uma consequência positiva desse esforço e não a motivação. 

A partir dessa conclusão, surgiu o método golden circle de Simon Sinek com suas três esferas de trabalho, sobre as quais falaremos em seguida.

1ª Esfera: Por quê?

Neste primeiro momento, é preciso definir o porquê da criação da empresa, campanha ou ação, ou seja, é hora de definir o propósito da iniciativa

Ao encontrar a resposta para esta pergunta, o gestor ou empreendedor já começa a pensar no caminho que vai trilhar. 

O propósito bem definido é o ponto de partida para o engajamento das pessoas e o sucesso de um projeto. 

2ª Esfera: Como?

Já na segunda esfera do círculo dourado, o empreendedor precisa definir como os objetivos do projeto serão atingidos.

Isso significa que é neste momento que são determinadas as atitudes a serem colocadas em prática para alcançar as metas predeterminadas. 

Então, a pergunta “como?” deve se desdobrar em estratégias a serem adotadas especificamente para atingir cada objetivo. Ou seja, ao final desta etapa, você terá um plano de ação.

Também é nesta etapa que são incluídos os valores e as crenças que direcionam o projeto. São justamente eles que farão você se destacar em relação aos seus concorrentes. 

3ª Esfera: O que?

Somente nesta terceira esfera do golden circle é que se define, no caso da criação de um negócio, o que você vai fazer ou vender

Neste momento, é preciso definir todas as características e informações sobre o produto ou serviço a ser oferecido.

Se as duas etapas anteriores tiverem sido feitas de forma satisfatória, esta última esfera será a mais simples de definir. 

Porém, a simplicidade não significa que ela seja menos importante. Pelo contrário, é essencial, sobretudo se você precisa expandir suas operações ou diversificar seu produto, serviço ou atendimento

Relevância do golden circle no atendimento ao cliente

O método golden circle pode oferecer excelentes resultados quando aplicado no atendimento ao cliente.

Quando se entende a lógica de que primeiro é importante ter um propósito para depois pensar nas estratégias e no que será ofertado, percebe-se também que o círculo dourado tem tudo a ver com a manutenção do foco dos negócios no cliente.

Ou seja, o propósito da empresa será sempre o de resolver determinada dor, demanda ou problema do seu público-alvo.

Aplicativo Projetos

Nesse sentido, para o profissional de atendimento é muito importante compreender a lógica do método gold. 

Um bom exemplo disso é quando o consultor de determinada marca busca primeiro conhecer as expectativas do cliente para depois oferecer a ele o produto mais adequado. 

Não adianta verbalizar uma lista decorada com os atributos técnicos do produto. É preciso falar do benefício que ele vai gerar para o cliente. 

Além disso, a aplicação do golden circle também é extremamente eficaz quando o objetivo é o engajamento da equipe de atendimento.

Quando cada componente do time está devidamente informado sobre o motivo de cada ação que deve ser realizada, o empenho é muito maior.

Assim, você pode usar o círculo dourado para entender a proposta de valor do seu serviço ou produto e utilizar esse propósito como um fator emocional, enfatizando seu real benefício. Depois disso, é só explorar esse benefício na solução das dores trazidas pelo seu cliente. 

Como aplicar o círculo dourado?

O conceito do golden circle pode ser aplicado em diferentes contextos empresariais, desde a criação de novos negócios até a reformulação da cultura organizacional existente ou a construção de uma campanha de marketing bem-sucedida. 

A chave para uma implementação eficaz é seguir a ordem das três esferas: definir primeiro o “porquê”, depois o “como” e, por último, o “o que”. Somente depois que uma etapa estiver muito bem definida deve-se partir para a próxima.

A primeira e mais crucial etapa é definir o “porquê”. Esta fase envolve descobrir e articular a razão fundamental pela qual a empresa ou ideia existe.

Um erro comum nesta etapa é recorrer a clichês ou lugares comuns, como afirmar que o objetivo é “melhorar a vida dos clientes” ou “fazê-los felizes”. 

Estes propósitos, apesar de bem-intencionados, são genéricos e não diferenciam a empresa de suas concorrentes. 

Em vez disso, o “porquê” deve ser específico e autêntico, refletindo a verdadeira essência da organização. Você vai conferir alguns exemplos ainda neste artigo.

Após estabelecer claramente o “porquê”, a próxima etapa é definir o “como”. Este passo trata de identificar as ações e processos que permitem à empresa atingir seu propósito. Erros comuns nesta etapa incluem falta de clareza e inconsistência entre os valores declarados e as práticas reais. 

Finalmente, a última etapa é definir o “o que”. Esta fase envolve identificar os produtos, serviços, ações ou mensagens que serão oferecidos ou colocados em prática. 

Um erro frequente nesta etapa é começar pelo “o que” sem ter um “porquê” claro. Isso pode resultar em uma oferta de produtos ou serviços desarticulada e sem um propósito definido, dificultando a conexão com os clientes.

Exemplos de aplicação do golden circle

O golden circle tem sido amplamente adotado por empresas de todos os portes e segmentos. 

Vamos ver em seguida alguns exemplos de empresas conhecidas que aplicaram essa metodologia.

Apple

Sendo ou não um cliente da Apple, não é difícil notar que o marketing da empresa vai muito além da constatação de que ela fabrica ótimos equipamentos eletrônicos. 

Veja abaixo a definição das três etapas do círculo dourado que direcionam as campanhas da empresa.

  • O “porquê”: a Apple existe para desafiar o status quo e pensar de forma diferente. Seu propósito é “fazer a diferença no mundo através da inovação tecnológica”;
  • O “como”: a Apple se diferencia pela inovação, design elegante e criação de um ecossistema integrado de produtos e serviços que proporcionam uma experiência única ao usuário;
  • O “o que”: a Apple oferece uma gama de produtos como iPhones, iPads, MacBooks, Apple Watches e serviços como o iCloud e a Apple Music, todos projetados para funcionar harmoniosamente.

Natura

Com foco na inclusão de diferentes biotipos, a Natura tem todo o seu propósito voltado para o bem-estar dos clientes em consonância com as causas ambientais.

  • O “porquê”: a Natura tem como objetivo promover o bem-estar e a beleza, respeitando e valorizando a diversidade da natureza e das pessoas;
  • O “como”: a empresa opera com base em princípios de sustentabilidade, ética e responsabilidade social, investindo em ingredientes naturais e processos de produção sustentáveis;
  • O “o que”: a Natura oferece produtos de beleza e cuidados pessoais, incluindo cosméticos, fragrâncias e produtos para a pele e cabelo, todos desenvolvidos com foco na sustentabilidade e no respeito ao meio ambiente.

Coca-Cola

Diferentemente dos caminhos mais recomendados para aplicar o golden circle, a Coca-Cola inova ao almejar a universalidade, com campanhas cujas palavras de ordem são “flexibilidade”, “diversidade”, “diferença” e “compartilhar”. 

  • O “porquê”: a missão da Coca-Cola é “refrescar o mundo” e “inspirar momentos de otimismo e felicidade” para as mais diversas pessoas;
  • O “como”: a Coca-Cola se posiciona como uma marca global, promovendo campanhas publicitárias que conectam pessoas através de experiências compartilhadas e momentos felizes;
  • O “o que”: a Coca-Cola oferece uma ampla variedade de bebidas, incluindo refrigerantes, águas, sucos e bebidas esportivas.

Nike

O que o slogan “just do it” (“apenas faça”) comunica? Ele expressa através de poucas palavras a ideia de ação, perfeita para uma empresa líder em produtos esportivos.

  • O “porquê”: a Nike existe para “inspirar e inovar para todo atleta no mundo”, acreditando que “se você tem um corpo, você é um atleta”; 
  • O “como”: a Nike investe pesadamente em inovação, design e tecnologia para criar produtos que melhoram o desempenho dos atletas. Além disso, a marca utiliza campanhas motivacionais que inspiram e empoderam seus clientes; 
  • O “o que”: a Nike oferece uma ampla gama de produtos esportivos, incluindo calçados, roupas e acessórios, todos projetados para atender às necessidades dos atletas.

Os exemplos são inspiradores, não é? Agora que você compreendeu o que é golden circle e suas três esferas, para melhor aplicá-lo, leia também nosso artigo sobre como encantar o cliente utilizando o método Disney. Boa leitura!

Por Rafael Fialho Teixeira em 27/05/2024