BPM: o que é e como funciona o Business Process Management7 min read

Por acaso você já ouviu falar ou sabe o que significa BPM? Trata-se de uma abordagem fundamental para qualquer empresa que deseja mais eficácia, melhoria contínua e inovação em seus processos, diante de um mundo corporativo muito acirrado, onde ter poder competitivo é necessário.

Ou seja, o BPM surge como um leque de práticas indispensáveis que podem transformar a maneira como sua empresa opera. Neste artigo, vamos explorar as características dessa abordagem, sua importância para as organizações e como você pode implementá-la da forma mais correta em sua empresa. 

Portanto, se você quer entender mais a respeito do BPM, todas as vantagens que essa prática pode trazer a sua empresa, continue a leitura. Vamos lá. 

O que é BPM?

BPM é a sigla para Business Process Management, que em português pode ser traduzido como Gestão de Processos de Negócios. Como o próprio nome diz, é uma disciplina de gestão utilizada para definir, executar e monitorar todas as etapas que acontecem durante um fluxo de trabalho. 

O objetivo principal dessa abordagem é melhorar a eficiência e a eficácia das operações empresariais, garantindo que os processos estejam alinhados com as metas e estratégias organizacionais da empresa. 

Mas para que isso aconteça de maneira eficiente, é preciso entender como é o funcionamento do BPM e seus conceitos-chave. Abordaremos esse assunto a seguir. 

Como funciona o BPM?

Três homens, todos brancos e vestindo roupas social,  analisando dados na tela de um computador, em um ambiente empresarial.
BPM: o que é e como funciona o Business Process Management

O BPM funciona por meio de uma abordagem bem estruturada que busca melhorar continuamente os processos dos negócios. Contém etapas que envolvem desde a identificação dos processos existentes até a sua otimização contínua. 

Cada uma dessas fases é essencial para garantir que os processos estejam alinhados com os objetivos da organização e sejam feitos de maneira eficaz. Confira agora quais são as principais etapas do BPM. 

  1. Modelagem de processos: nesta primeira etapa, são identificados os processos atuais e representados graficamente, usando diagramas de fluxo de trabalho. Isso ajuda a visualizar como os processos funcionam e identificar pontos de melhoria.
  2. Análise de processos: agora, os processos modelados passam por uma análise com o intuito de identificar ineficiências, gargalos e áreas de melhoria. 
  3. Design de processos: com base na análise, novos processos ou melhorias são projetados para otimizar o fluxo de trabalho, eliminar desperdícios e agregar valor.
  4. Implementação de processos: agora, todas as mudanças já projetadas são implementadas. Isso pode envolver a automação de tarefas, a integração de novas tecnologias ou a reorganização de equipes.
  5. Monitoramento de processos: após a implementação, os processos são monitorados continuamente usando indicadores de desempenho para garantir que as melhorias estejam funcionando como esperado.
  6. Otimização contínua: através dos dados do monitoramento, ajustes são feitos regularmente para garantir a melhoria contínua e a adaptação às mudanças no ambiente de negócios.

São essas etapas que garantem que o BPM seja mais do que um projeto para apenas uma única vez e, sim, um ciclo contínuo de melhorias que pode proporcionar maior competitividade às empresas. 

As vantagens de investir em BPM

O Business Process Management (BPM) é fundamental para o sucesso de qualquer empresa atualmente. Sendo assim, implementar o BPM abre um leque de vantagens que ajudam as organizações a terem mais eficiência e poder competitivo no mercado. Abaixo estão algumas das principais vantagens em investir na abordagem BPM em sua empresa.

1 – Eficiência operacional

Esse é um dos principais benefícios. Isso porque o BPM ajuda a identificar e eliminar desperdícios nos processos empresariais, promovendo a simplificação e a racionalização das atividades. Essa característica resulta em uma significativa redução dos custos operacionais e no aumento da produtividade. 

2 – Qualidade e consistência

A implementação do BPM assegura que os processos sejam executados de forma padronizada e consistente. Isso melhora a qualidade dos produtos e serviços oferecidos pela empresa, uma vez que todos os colaboradores seguem procedimentos bem definidos e uniformes. A padronização também facilita a identificação de problemas e a implementação de soluções, garantindo que os resultados sejam reproduzíveis e de alta qualidade.

3 – Agilidade

Uma das maiores vantagens do BPM é a agilidade proporcionada à empresa, por conta de processos bem definidos e otimizados. Desse jeito,a organização pode responder rapidamente a mudanças no mercado, adaptar-se às novas demandas dos clientes e implementar inovações com mais eficiência. A capacidade de ajustar processos de forma ágil permite que a empresa mantenha sua competitividade em um ambiente de negócios dinâmico e em constante evolução.

4 – Inovação contínua

O BPM incentiva a inovação dentro da empresa. A análise constante dos processos permite identificar oportunidades para a introdução de novas tecnologias, metodologias e práticas que podem aprimorar o desempenho organizacional. Assim, o BPM cria um ambiente onde a experimentação e a busca por melhorias são valorizadas, impulsionando a empresa a se manter na vanguarda do mercado.

5 – Satisfação do cliente

Um dos principais objetivos do BPM é promover a satisfação dos clientes. Por meio de processos eficazes e bem estruturados, garantem que as necessidades dos clientes sejam atendidas de maneira rápida e eficaz, aumentando a satisfação e a fidelidade. A capacidade de entregar produtos e serviços de alta qualidade, dentro dos prazos estabelecidos e com um atendimento ao cliente superior, diferencia a empresa da concorrência e gera fortalecimento da marca no mercado. 

Além dessas vantagens, precisamos ressaltar que o BPM protege as empresas de eventuais riscos. Isso acontece porque a abordagem facilita a implementação de controles internos que monitoram e garantem a conformidade contínua. 

Como implantar o BPM?

Se você chegou até aqui, já sabe que o BPM é essencial para o desenvolvimento sustentável das organizações, promovendo muitas vantagens para aquelas que investem nessa abordagem. Entretanto, um ponto crucial para que os benefícios todos aconteçam, é entender o que precisa para implantar o BPM nas empresas. E é exatamente isso que veremos agora. Acompanhe. 

A implantação do BPM possui etapas críticas. São essas:

  1. Engajamento e liderança: O primeiro passo é obter o apoio e o compromisso da alta direção. A liderança deve entender os benefícios do BPM e estar disposta a investir recursos e tempo necessários para sua implementação. Sem o engajamento da liderança, será difícil obter a adesão dos demais colaboradores.
  2. Capacitação: é natural que para implantar um novo processo em uma empresa os funcionários precisam receber treinamento específico, portanto capacite a equipe em práticas de BPM e ferramentas de modelagem de processos.
  3. Ferramentas e tecnologias: também é preciso investir em ferramentas de BPM que suportem a modelagem, automação e monitoramento de processos.
  4. Comunicação: para garantir colaboração e que os objetivos estejam alinhados, mantenha uma comunicação aberta e clara com todos os envolvidos.
  5. Cultura de melhoria contínua: promova uma cultura que valorize a melhoria contínua. Incentive os funcionários a fornecer feedback e a sugerir melhorias. A otimização de processos deve ser uma atividade contínua, adaptando-se às mudanças do mercado e às novas tecnologias.

A partir dessas etapas, é possível implantar o BPM com qualidade e obter melhoras significativas no que diz respeito à produtividade, qualidade e inovação. 

Se você ficou com alguma dúvida sobre o assunto ou deseja saber sobre outras abordagens para melhorar processos e atendimento aos clientes, acesse aqui e entre em contato conosco agora mesmo. Também acesse o nosso blog para ter acesso a outros conteúdos ricos sobre sistemas e plataformas para desenvolver sua empresa. 

Compartilhe

Posts relacionados

Um Sistema Help Desk é útil para eliminar processos manuais em relação..
Se sua empresa está precisando de um sistema de help desk, não..
Mais lidos
A dinâmica quebra-gelo é uma atividade planejada para reduzir as inibições e estimular as interações..
Você tem dúvidas sobre a elaboração de mensagens para clientes inativos? Acesse nosso blog e..
Você sabe o que é Help Desk? Ele veio para revolucionar o atendimento e começou..
Você sabe o que é um kickoff? Descubra agora e entenda como essa etapa no..

Receba nossa newsletter

Tenha acesso a conteúdos de valor sobre atendimento, sucesso do cliente, tecnologia e muito mais.

Você está pronto para uma jornada de sucesso?

Peça uma demonstração gratuita e conheça a Desk Manager, uma plataforma que proporciona uma experiência completa com sistema help desk e service desk.